Avaliação do Tópico:
  • 0 votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

"criando" um contratipo
#1

um perfume que gosto muito é o rive gauche pour homme, que foi descontinuado. eu tenho uma amostra que deve ter 0,5ml no frasco.
pensei em 'tentar' copiar esse aroma. tenho alguns oleos essenciais em casa.. e alguns quimicos aromaticos.

Para quem quiser saber mais sobre o perfume, link: https://www.fragrantica.com.br/perfume/Y...-1032.html

notas de topo: anis estrelado, alecrim, bergamota
notas de coração: lavanda, geranio, trevos, cumarina
notas de base: patchouli, musgo carvalho, madeira guaiac , vetiver


Para quem não conhece o aroma do rive gauche, é um perfume que tem a "vibe" do azzaro pour homme, paco rabanne pour homme.. o famoso "cheiro de barbearia".. um cheiro cortante, picante.. ao mesmo tempo doce e metalizado.. é isso que sinto ao usar o rive gauche.. 

por curiosidade, fui fazendo as misturas topo, coração, base... e pra minha surpresa, não lembra muito o perfume.. apesar de que.. o "acorde" foguere , isso sim, ficou evidente. 


perguntas para quem ja andou se aventurando na criação de perfumes, algumas, que , talvez eu já tenha feito em outros topicos:

1 - Há diferença entre criar um 'acorde' usando oleos essencias versus quimicos aromaticos?  (posso até extender a pergunta: há diferença de aroma ao criar uma mesma composição de perfume usando oleos essenciais e outra usando quimicos aromaticos?) 
se é verdade, então isso explica boa parte da minha 'confusão' sobre como os perfumes 'comerciais' tem um cheiro, e , os criados com oleos essencais como algumas perfumarias de nicho, têm outro (Ex: sapientiae niche). É perceptível que perfumes com óleos essenciais na mistura tem um "feeling" são mais "natural".


2 - O perfume nunca é o que é descrito pela marca?  ("trade secrets")
A propaganda do perfume cita que ele tem notas de "bergamota, lavanda, patchouli e madeiras". Mas o cheiro / aroma não tem "muito " a ver com isso. Tem "algo a mais aí" que não foi citado. Nessa hora pensei o quão "util" seria ter um nariz de perfumista.. Eu testei cada nota...  mesmo eu cheirando uma por uma aqui... criando acordes separados em frascos... não chega nem proximo. (mas do 'cheiro' foguere sim)

"fragrance" o item que é descrito na etiqueta do perfume. é um "trade secret". é nesse "fragrance" que deve ter o que me traz a impressão de "cheiro atalcado".. ou "cheiro de  pós barba bozano (só usei como referencia)", que, eu teria que conhecer, de repente, uns 300 elementos usados em perfume,  para , por memória.. advinhar o que tem que cria esse aroma (nariz).

outras notas como patchouli, vetiver...  musgo de carvalho.. eu acho curioso que se eu colocar na mistura, nossa, vai virar um cheiro de mato.. muito forte.. de repente, a uma porção de 0,1%... surja algum efeito o que leva a terceira pergunta:


3 - patchouli, vetiver (tanto faz o elemento), pode existir 'manipulações laboratoriais disso?'

Eu ja testei muitos, muitos perfumes... e notei que quanto mais perfumes se conhece, mais se nota que há algo em comum. pessoas dizem "ah o perfume X lembra o Z do paco rabanne".. eu já penso o contrario, o perfume X está usando algum acorde similar ao do paco rabanne. 

na descrição do perfume diz que tem patchouli.. mas seria isse um patchouli manipulado em laboratorio? porque daí explicaria eu achar estranho o cheiro do oleo essencial de patchouli...( ao testar aqui) mas de repente, o manipulado foi "alterado para remover o cheiro de mato". é possível? isso explicaria muita coisa. 

se eu colocar musgo de carvalho na composição do perfume então.. nossa.. vai ficar muito estranho!
é isso que estou tentando entender.. se as descrições, realmente são fantasiosas... ou é meu nariz que nao ta acostumado ainda. porque todos os itens que usei
na 'mistura' que criei eu consigo identificar.. e até pode ficar um perfume aceitável, quando for manipulado mais seriamente (não só teste).. porém "minha ficha não caiu ainda".
Responder
#2

ah sim, aqui estão os componentes listados do perfume na etiqueta (e minhas anotações):

*citral = Fresco, suculento, casca de limão, com nuance verde doce e picante.
*evernia prunastri extract = musgo de carvalho
*eugenol (cravo)
*cumarina (cumarina)
*geraniol (geranio)
*citronelol (rosa geranio, rosado, citronela)
*Linalol = lavanda (em partes)  // Odor semelhante ao do óleo de bergamota e lavanda francesa.
*Limonene = limao/citrico
*Lilial = (lirio do vale)
*Lyral (ciclohexal) = floral suave delicado, lirio, ciclame, lembra hidrocicitronelal
*Hidroxicitronelal = floral doce citrico verde e melao
*Salicilato de Benzila = Cheiro muito fraco, floral doce, ligeiramente balsâmico.

Detalhes de alguns componentes:

*Butylphenyl Methylpropional = lilial
odor floral forte fresco. fragrancia doce, floral, lirio do vale.
É um líquido incolor ou ligeiramente amarelo com um poderoso, odor floral-fresco.  Usado como um aditivo fragrância.

*Hydroxyisohexyl 3-Cyclohexene-Carboxaldehyde = Lyral é uma fragrância e mascaramento.
Desenvolvido na década de 1960, essa combinação de mircenol e acroleína é utilizado para perfume de longa duração poderoso, que lembra Lírio do Vale.

*Hidroxicitronelal = floral doce citrico verde e melao
Aditivo de perfume com uma força floral médio, uma reminiscência de lírio e melão doce tropical.
Encontra-se amplamente como um constituinte principal em óleos essenciais, incluindo óleo ilang-ilang, óleo de palma rosa,
óleo de gerânio, óleo de flor de laranja, óleo de citronela, óleo de lúpulo, e óleo de lavanda.

*benzil salicylate = Salicilato de benzila
Benzyl Salicylate is a sweet floral, balsamic ingredient. It is used in most types of product.
weak, but very good fixative, sweet-floral, spicy, balsamic, slightly phenolic, azalea, gillyflower, ylang ylang, narcissus

Componentes sem cheiro:

*ethylhexyl methoxycinnamate = Metoxicinamato de octila [protege perfumes de danos da luz solar. ]

BHT - BHT é o nome reconhecido na indústria de cosméticos para hidroxitolueno butilado.
BHT é utilizado numa vasta gama de formulações cosméticas como um antioxidante.
Responder
#3

Olá Gildo, este eu não conheço, mas conheço o Azzaro Pour Homme. Imagino que sejam bem parecidos.

Na minha vaga lembrança, era um fougere, só senti falta da cumarina nas notas que vc citou. As outras são comuns a fougeres, todas elas.

A questão 1: não se cria uma fragrância 100% natural, teria cheiro de óleos essenciais, resinas, coisas antigas e ultrapassadas, etc. Mas digamos que com químicos aromáticos vc cria uma fragrância igual (ou muito próxima) se utilizasse 100% naturais, mas o contrário não é possível. Os naturais são constituídos de moléculas, e os sintéticos são moléculas que - com poucas exceções - tudo hoje é sintetizado. Os produtos de nicho que vc citou podem ter esta característica de "natural" como uma identidade, ou por utilizar sim muitos naturais, mas não acredito que utilizem 100% naturais, até porque isto seria ruim para a saúde.

Questão 2: a descrição não é a fórmula, mas (talvez) as notas encontradas no produto. Por exemplo, se aparecer na descrição "patchouli", não significa que tenha "patchouli", mas sim acordes de patchouli. O Patchouli é apenas uma referência a uma característica da fragrância, notas ali encontradas, apesar de que eu acho que hoje em dia estas descrições não dizem muito, as vezes dizem nada... E notas não são produtos.

A questão 3 achei meio confusa, não sei se entendi, mas veja, você percebe em uma fragrância os acordes e não os produtos. Se um produto está bem perceptível, é porque o acorde não ficou bom. Exemplo de acorde: pegue 3 fitas olfativas de patchouli, vanilina e etil maltol. Balance as junto próximo ao nariz. Isso é um acorde.
Responder
#4

(26/07/2021, 15:29)Marcio Leandro Escreveu:  Olá Gildo, este eu não conheço, mas conheço o Azzaro Pour Homme. Imagino que sejam bem parecidos.

Na minha vaga lembrança, era um fougere, só senti falta da cumarina nas notas que vc citou. As outras são comuns a fougeres, todas elas.

A questão 1: não se cria uma fragrância 100% natural, teria cheiro de óleos essenciais, resinas, coisas antigas e ultrapassadas, etc. Mas digamos que com químicos aromáticos vc cria uma fragrância igual (ou muito próxima) se utilizasse 100% naturais, mas o contrário não é possível. Os naturais são constituídos de moléculas, e os sintéticos são moléculas que - com poucas exceções - tudo hoje é sintetizado. Os produtos de nicho que vc citou podem ter esta característica de "natural" como uma identidade, ou por utilizar sim muitos naturais, mas não acredito que utilizem 100% naturais, até porque isto seria ruim para a saúde.

Questão 2: a descrição não é a fórmula, mas (talvez) as notas encontradas no produto. Por exemplo, se aparecer na descrição "patchouli", não significa que tenha "patchouli", mas sim acordes de patchouli. O Patchouli é apenas uma referência a uma característica da fragrância, notas ali encontradas, apesar de que eu acho que hoje em dia estas descrições não dizem muito, as vezes dizem nada... E notas não são produtos.

A questão 3 achei meio confusa, não sei se entendi, mas veja, você percebe em uma fragrância os acordes e não os produtos. Se um produto está bem perceptível, é porque o acorde não ficou bom. Exemplo de acorde: pegue 3 fitas olfativas de patchouli, vanilina e etil maltol. Balance as junto próximo ao nariz. Isso é um acorde.

gostei das respostas. obrigado.

quanto ao patchouli, qual seria o equivalente quimico aromatico? Patchone?
Responder
#5

Não existe equivalente químico de nada.

Nenhum quimico aromático substituí ou se equivale a um natural, nem é mais ou menos importante. Cada produto tem suas características próprias. Um produto que contenha notas de patchouli não precisa sequer se parecer com patchouli, mas sim ter alguma(s) caracteristica do patchouli.
Responder
#6

(27/07/2021, 13:28)Marcio Leandro Escreveu:  Não existe equivalente químico de nada.

Nenhum quimico aromático substituí ou se equivale a um natural, nem é mais ou menos importante. Cada produto tem suas características próprias. Um produto que contenha notas de patchouli não precisa sequer se parecer com patchouli, mas sim ter alguma(s) caracteristica do patchouli.

entendi, interessante!
Responder


Saltar Fórum:


usuários a ver este tópico: 1 Visitante(s)